sexta-feira, março 18, 2005

Elej'anden aí...

Ainda há quem diga que estamos orgulhosamente sós no universo.... Mas... ATENÇÃO!!! Eles é que são orgulhosos... Ora vejam lá isto...











Remate final.........


Gooooooolllllooooooooo!!!!


Fim de jogo!!! Até à próxima....
Web Counter
Web Counter

quarta-feira, março 16, 2005

ATENÇÃO!!! Resíduos de óleos alimentares...




Recomendação de um engenheiro da Odebrecht.
Faz sentido... Sendo verdade,merece uma boa campanha publicitária educativa, que já devia estar no ar há muito tempo.

(ETAR = Estação de Tratamento de Águas Residuais)


IMPORTANTÍSSIMO!!!

Mesmo que não façamos muitas frituras, quando o fazemos, jogamos o óleo na pia ou por outro ralo, certo? Este é um dos maiores erros que podemos cometer.
Por que fazemos isto, perguntam vocês? Porque infelizmente ninguém nos diz como fazer, ou não nos informamos.
Sendo assim, o melhor que tem a fazer é colocar os óleos utilizados numa daquelas garrafas de plástico (por exemplo as garrafas pet de refrigerantes), fechá-las e colocá-las no lixo normal (ou seja, o orgânico).
Todo lixo orgânico que colocamos no sacos vai para um local onde são abertos e triados.
Assim, as nossas garrafinhas são abertas e despejadas no local adequado, em vez de irem juntamente com os esgotos para uma ETAR e ser necessário dispender milhares de euros a mais para o seu tratamento.

UM LITRO DE ÓLEO CONTAMINA CERCA DE 1 MILHÃO DE LITROS DE ÁGUA
(o equivalente ao consumo de uma pessoa no período de 14 anos).

De nada adianta criticar os responsáveis pela poluição das águas se não fizermos a nossa parte.

Passem esta informação a todos os que conhecem... Já estamos a ter tantos problemas com a falta de água e, com as previsões catastróficas para o próximo Verão a situação tende a piorar. Acho que não custa nada todos nós fazermos um pouco mais para minorar os problemas...

Beijinhos...
Web Counter
Web Counter

sábado, março 05, 2005

Os lémures......

Família Lemuridae
Os lemures (família Lemuridae) são naturais de Madagáscar e de algumas ilhas do arquipélago de Camoras, a oeste do norte de Madagáscar. Estes primatas habitam em todo o tipo de meio ambiente onde existam árvores e vegetação alta. Todas as espécies deste grupo têm as extremidades anteriores mais curtas que as posteriores. Alimentam-se de frutas, flores e, por vezes, de alguns invertebrados.

Reino Animalia
Subreino Eumetazoa
Ramo Bilateria
Filo Chordata
Sub-filo Vertebrata
Superclasse Gnathostomata
Classe Mamalia
Subclasse Eutheria
Ordem Primates
Subordem Strepsirrhini
Infraordem Lemuriformes
Superfamília Lemuroidea
Família Lemuridae, Megalapidae, Cheirogaleidae, Indridae


Eulemur coronatus ------ Eulemur rufus



Lemur catta -------------- Eulemur rubriventer ----- Hapalemur simus



Hapalemur griseus --------- Varecia variegata


Eulemur macaco ------------ Eulemur fulvos -- Varecia veriegata

Família Megalapidae

Os lemures da família Megalapidae são naturais de Madagáscar. De hábitos herbívoros, arbóreos e nocturnos, passam a maior parte do dia a dormir em troncos de árvores e emaranhados de lianas. Mostram ser solitários. São saltadores e trepadores verticais, mostrando dificuldade de movimentação em troncos horizontais e no solo. As extremidades superiores são mais curtas que as inferiores.

Todos os lemures da família Megalapidae encontram-se sob ameaça e em perigo de extinção. Duas das principais causas são a desflorestação e o facto de estas espécies integrarem a alimentação dos habitantes de Madagáscar.


Lepilemur dorsalis ------ Lepilemur edwarsi ---- Lepilemur leucopus


Lepilemur microdon -----


Lepilemur septentrionalis

Lemures pigmeus

Os lemures pigmeus são oriundos da ilha de Madagáscar. Todos têm hábitos nocturnos, dormindo durante o dia. Todas os indivíduos das espécies de lemures pigmeus são bastante pequenos. O maior não passa dos 30 cm, sem a cauda. O mais pequeno, um adulto, pode pesar menos de 30 gramas. Neste grupo, algumas espécies são muito dóceis enquanto que outras são um pouco agressivas.


Phaner fucifer ----------- Cheirogalus major ------- Cheirogalus medius


Allocebus trichotis -------


Microcebus rufus ---------

Lemures sedosos

Os lemures sedosos (família Indridae) são naturais dos bosques de Madagáscar. Estes animaizinhos são principalmente arbóreos, mas também se deslocam em terra. Excepto o Avahi laniger que é nocturno, são mais activos durante o dia.



Avahi laniger ------------- Indri indri


Prophitecus verreauxi --- Prophitecus tattersalli --- Prophitecus diadema edwarsi


Prophitecus diadema perrier- Prophitecus diadema -Prophitecus candidus

E por agora chega e acho que já exagerei... Era somente minha intenção mostrar estes simpáticos bichinhos que só existem em Madagáscar e alguns outros naquele tal arquipélago e que mesmo assim estão em perigo de extinção... É bom aproveitar agora porque não se sabe durante quanto tempo vão eles existir...

Xauzinho....

Web Counter
Web Counter

quinta-feira, março 03, 2005

...........................................................................




Ouço no luar vago da noite,
os murmúrios de uma cascata em flor,
Peço ao pássaro nocturno que me conte
Como nunca sentir tamanha dor

Na luz que o escuro da vida esconde,
Procuro eternamente saber quem sou.
As montanhas sussurram quando e onde,
o meu amor que partiu e não voltou,
se escondeu do bater do meu coração
Para sempre abrindo mão de uma canção,
entoada pelo mais fiel visconde...

Peço ao sol que cante em sua mente,
e ao ar que o faça entender:
O meu ser inteiramente pressente
que jamais o irei esquecer
A falta que o seu viver me faz
É como o sangue que nas veias me corre para trás
e um dia me fará morrer...

Volta! meu amor, volta para mim...
Deixa-me levar-te a visitar
um mundo cheio de beleza sem fim
e, na manhã, junto a ti acordar...

Coimbra, 13 de Maio de 2003


Cattleya walleriana "Boss"
Web Counter
Web Counter

O meu desejo



Vejo-te só até no azul dos céus,
olhando a nuvem de oiro que flutua...
Ó minha perfeição que criou Deus
e que num dia lindo me fez sua!

Nos vultos que divisopela rua,
que cruzam os seus passos com os meus...
Minha boca tem fome só da tua!
Meus olhos têm sede só dos teus!

Sombra da tua sombra, doce e calma,
Sou a grande quimera da tua alma
e, sem viver, ando a viver contigo...

Deixa-me andar assim no teu caminho
Por toda a vida, amor, devagarinho,
até a morte me levar consigo.

Florbela Espanca
Web Counter
Web Counter
moon phase
 
eXTReMe Tracker